quinta-feira, 21 de julho de 2011

Amor perfeito

Sempre quis mais que aquilo:
Aquilo que sentia quando beijei pela primeira vez;
Aquilo que vem quando matamos a saudade de alguém;
Aquilo que nós toma ao recebermos o carinho do alguém;
Aquilo que todos chamam de amor.

Quando doía a ferida e mamãe curava,
O choro que transformava em risada,
O fôlego que faltava e aparecia
Com o ar que tragava;
Tudo era semelhante ao amor que eu queria.

Mas, hoje tenho todo esse amor.
Em pedaços de flor.
Minha vida é amor.
Logo assim que Sophia chegou.
Rodrigo Davel – Cachoeiro de Itapemirim, 21 de julho de 2011

23 comentários:

  1. Que lindo!!!!Que inspiração hein?Amei!
    To esperando o Ping de vcs.
    Bom fds meninos,bjka

    ResponderExcluir
  2. Que poema mais doce e sensível!.. Adorei!!!
    Beijocas super em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  3. Muito bacana seu blog tbm, segue o meu tbm? Se quiser pode pegar meus textos para postar tbm... Abração!

    ResponderExcluir
  4. Bem-vinda linda Sophia presente de Deus pra pais tão especiais! Bjo queridos e parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Que fofa! Esse é o verdadeiro amor, aquele que não respeita fronteiras e que rompe todos os muros.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Linda poesia retratando a verdadeira forma incondicional de se amar.
    Belíssimas palavras Bixudipé, que guarde elas para a posteridade e possa então dar nas mãos de Sophia para recitar!

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Ai meu Deus que fofura é essa!!!!!?
    Morro de vontade de ter uma menininha pra encher ela de amorrr!!!! Lindo esse post para ela.

    Parabéns Rodrigo, ela é linda *-*

    bjokitas pra tu querido ;)

    ResponderExcluir
  8. Que linda!
    Parabéns por este presente Divino, eterna inspiração.

    Abração.

    ResponderExcluir
  9. Com essa Sofhia tão mimosa,não precisa mais nada na vida!Linda e terna poesia!Bjs,

    ResponderExcluir
  10. Ahh que linda a tua Sophia, um encanto de menina, uma princesa! (Talvez eu não devesse te dizer isso, mas em 1/06/2010 eu perdi a minha "Sophia Ribeiro Freitas". Desejo muita saúde e felicidade na vida de vocês!

    ResponderExcluir
  11. mas Sophia é mesmo um doce!!
    Parabéns e viva o AMOR sempre!

    Bia

    ResponderExcluir
  12. que doçura de poesia e que lindeza mais fofa do mundo a Sophia...

    ela é linda Rodrigo! Parabéns!

    Beijinhos. Su.

    ResponderExcluir
  13. ahh a magia que uma criança tão pequena consegue trazer em nossas vidas, isso é o que mais há de perfeito em toda a vida...

    Linda Parabéns adorei esse blog e passei a seguir

    beijosss

    ResponderExcluir
  14. ah esse é o amor mais verdadeiro que existe ,e é pra sempre , nunca acabara !
    Muito linda , e sei que é a alegria de seus dias ,
    parabéns !

    Bjos !

    ResponderExcluir
  15. Que linda é Sophia.
    Era de se esperar sua vida mudar.
    O amor é troféu.
    Carregado de mel.
    Parabéns por esse amor.
    *

    Beijinho.
    Fernanda

    ResponderExcluir
  16. Que doce!!

    Sua rapadurinha é linda e tem no nome a sabedoria!

    Belíssimos!

    Abç

    ResponderExcluir
  17. Que o sentimento de amor nunca te falte!

    Um abraço, amigo.

    ResponderExcluir
  18. Que a vida de vocês seja um uníssono sempre!

    ResponderExcluir
  19. Que linda a nossa filha, né amor. Linda a poesia também, amo muito, você e ela :]



    Beijos s2

    ResponderExcluir
  20. Que linda poesia!
    Uma inspiração para qualquer momento ;)
    Parabéns pela pequena,é linda!
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. E Sophia merece todo esse amor, em poesia escrito, em palavras e sentimentos declarados.
    Pura e linda emoção em verso e imagem grafada.
    Bençãos felizes para vc e a pequena Sophia.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  22. Oi, Rodrigo... Inspiração não faltou, heim! Que bonequinha... Deus abençoe e que esse amor cresça a cada dia! Obrigada pela visita ao Livre Pensamento! Bom final de semana! Tetê

    ResponderExcluir
  23. Muito Linda, Parabéns!
    Que Deus os ilumine sempre!

    Beijo

    ResponderExcluir